TERCEIRIZE A LOGÍSTICA REVERSA PARA CONHECER O SEU CUSTO

Poucas são as empresas que conhecem os custos efetivos de sua Logística Reversa de Pós-Venda, atividade que se ocupa das mercadorias que retornam do mercado por diferentes motivos. Uma das razões é o fato de não possuírem indicadores adequados que identifiquem e individualizem seus custos. O desinteresse em indicadores nessas atividades se deve, na maior parte dos casos, a uma crença que os custos são pequenos e proporcionais às quantidades que retornam, o que é um elementar erro empresarial!

Na realidade os custos da Logística Reversa são, percentualmente, muito mais importantes que os níveis de retorno, superando em cerca de 10 vezes os custos de entrega dos produtos no mercado. O custo de retorno de mercadorias do mercado é elevado devido a envolver um número de operações muito grande quando comparada com aquelas que os enviam para o mercado. Acresce-se a este custo a redução no faturamento efetivo pela devolução das mercadorias.

Muitas vezes a empresa se esquece que evitar uma parcela do retorno contribui diretamente para o resultado da empresa. De uma forma simplificada, se a empresa tem 5% de retorno de mercadorias significa que ela tem um faturamento efetivo de 95% em relação ao que era previsto.

Se a empresa executa um bom trabalho de acompanhamento de seus processos, conseguindo reduzir, digamos 2% desse retorno, o seu faturamento será aumentado em 2%, o que certamente não é pouco.

Percebe-se, portanto, que a empresa organizada em sua Logística Reversa economiza duplamente: na redução da perda de faturamento e nos custos operacionais de retorno. É significativa a economia que representa e empresas perspicazes já perceberam estas oportunidades de economias.

Em mercados altamente competitivos as empresas modernas procuram se dedicar ao seu foco principal, ou seja, às atividades que entendem ser de alto grau de competência da empresa, buscando terceirizar serviços e insumos em geral que não sejam essenciais à sua atividade.

Quando a atividade de Logística reversa é de pequeno volume e a empresa não dispõe de condições de destacar equipes especializadas nessas operações o ideal é a terceirização da atividade. Desta forma a empresa conhecerá o verdadeiro custo de sua atividade de Logística Reversa.

A terceirização da Logística Reversa, da mesma forma que em outras atividades de logística, é uma decisão que deve levar em conta o mencionado anteriormente e evidentemente o volume relativo da atividade para a empresa.

A decisão de terceirização de uma atividade empresarial passa por critérios estratégicos e operacionais. Sem nos determos em todos os estes aspectos, um dos mais importantes é saber se o volume da atividade gera uma especialidade dentro da própria empresa, pois caso contrário o ideal é terceirizar para empresas que tenham especialidade e massa crítica para a redução dos custos.

Adotando a terceirização da Logística reversa a empresa ficará ciente do custo real de sua atividade e terá a vantagem de transformar os custos fixos dessa atividade em custos variáveis que podem ser controlados garantindo a liberdade comercial na escolha dos fornecedores desse serviço.

É preciso lembrar que por menor que seja o nível de retorno de mercadorias da empresa, suas operações e coordenação, para não afetar as boas relações com os clientes, exige tratamento especializado, caso contrário as perdas materiais e de satisfação dos clientes serão inevitáveis.

A terceirização de uma atividade, sob o aspecto puramente financeiro, que evidentemente não é o único e não necessariamente o mais importante, é recomendada quando o custo fixo + o custo variável da operação interna supera a compra do serviço de um terceiro para um determinado volume de atividade. No entanto, o mais complicado nesse caso é identificar claramente o custo fixo de uma determinada atividade na empresa. Explicitamente, a dificuldade inicial é de conhecer o custo fixo da Logística Reversa, mas mesmo com aproximações vale a pena tomar uma decisão financeira de terceirização, complementando anteriormente adotada sob o ponto de vista estratégico.

A Logística Reversa é, portanto, uma das atividades empresariais que se adapta muito bem para ser terceirizada, a qual pode abranger partes ou o todo das operações. Executivos e empresários pensem nisso!